Ejaculação precoce

A ejaculação precoce (EP) atinge principalmente adultos jovens. Mas conceituá-la não é  simples, tanto que é controverso o seu conceito entre os próprios especialistas.

Classificar por tempo ou número de intercursos é errado. Talvez, o conceito mais aceito seja o de que a Ejaculação precoce  está ligada à incapacidade recorrente de o homem exercer controle sobre o gozo.

Por outro lado é importante dizer que nenhum homem tem controle ejaculatório todas as vezes e com todas as companheiras.

Qualquer pessoa pode ser pega desprevenida, em um momento ejaculando rápido, até mesmo antes da penetração.

É normal uma deficiência no controle em algumas situações: quando se é jovem e está aprendendo o ato sexual; se a estimulação for muito intensa; se houver um espaçamento muito grande entre as relações sexuais; ou quando existe novidade de parceira, o que pode gerar mais ansiedade.

como demorar para gozar

Estão presos a um sexo mitificado, em que acreditam serem responsáveis pelo orgasmo da mulher  ou ter a necessidade de chegar juntos (em geral, as mulheres demoram bem mais que os homens a atingir o orgasmo e muitas não chegam através do coito, necessitando de estímulos diretos, manuais ou orais).

Um problema sexual da parceira também pode afetar direta ou indiretamente o desempenho sexual do homem.

Por exemplo, percebendo o desinteresse e a falta de receptividade e de prazer da parceira com suas carícias, com o tempo, o homem pode desenvolver um quadro de Ejaculação precoce, “aprendendo” a ter orgasmo rápido.

Há muitas teorias para explicar as razões ou origens desse transtorno sexual, que pode acontecer até mesmo como consequência de processos urológicos inflamatórios, notadamente a prostatite e outras doenças agudas ou crônicas, daí a necessidade da procura inicial do urologista.

Na prática clínica percebo como mais comum uma história de dificuldade de controle devido a um aprendizado inadequado, rápido ou ao fenômeno de ansiedade de desempenho.

A presença de ejaculação precoce  pode levar o homem a ter sentimentos de insegurança no relacionamento com sua parceira.

A EP constitui um problema relativamente fácil de ser solucionado em medicina sexual, desde que a parceira seja colaboradora e não exista grande comprometimento de autoestima e que o conflito conjugal/relacional não esteja ainda muito comprometido.

No tratamento, é fundamental que a pessoa aprenda a perceber a fase imediatamente anterior ao orgasmo.

Para isso, existem  alguns exercícios de masturbação e aprender como retardar a ejaculação precoce naturalmente.

Dois tipos diferentes de exercícios podem ser utilizados: stop-start (pare e reinicie) ou o squeeze (exercício da compressão). Em geral, com poucas semanas o resultado é bastante satisfatório.

Vale lembrar que as técnicas para você aprender como demorar mais para gozar não servirá para todos os casos.

Em algumas situações, faz-se necessária a associação de medicamentos que retardam o orgasmo.Só seriam encaminhados para terapia convencional (individual ou de casal) os casos em que o componente vincular está muito comprometido ou quando a deterioração da autoestima é muito acentuada.

Se você quiser saber mais sobre esse assunto acesse https://controleseuprazer.com

História do Nirvana

Na virada dos anos 80, o chamado rock alternativo americano tinha como referências marcantes nomes como Sonic YouthDinosaur Jr. e Pixies. Mas, aos poucos a atenção foi direcionada para a cidade de Seattle.  Onde uma pequena gravadora, a Sub Pop, vinha revelando bandas que começavam a fazer barulho. A música de MudhoneySoundarden, TAD, Nirvana e outras, acabou chegando aos quatros cantos do planeta.

Nirvana, a banda formada na cidade de Aberdeen, em 1988, por Kurt Cobain (vocal – guitarra), Krist Novoselic (baixo) e, posteriormente,  Dave Grohl (bateria), foi o fenômeno do movimento grunge, como ficou conhecido.

O primeiro registro do Nirvana, na Sub Pop, foi um single com duas músicas: “Love Buzz” e “Big Cheese”. E logo veio ‘Bleach‘. O primeiro disco do Nirvana revelou uma banda cheia de energia. O que chamou a atenção das grandes gravadoras. E a história não poderia ser diferente: a banda assinou contrato com a Geffen Records. E em setembro de 1991 foi lançado o segundo disco. ‘Nevermind‘ não trazia a mesma “sujeira sonora” de Bleach‘, mas uma seqüência de hits que transformou o álbum na principal referência do rock dos anos 90. De “Smells Like Teen Spirit” à “Something In The Way”, toda a atitude punk temperada por fortes melodias dão a dimensão da música visceral e honesta do trio.

O álbum ‘Incesticide‘, de 1992, é uma compilação reunindo faixas gravadas para o programa de John Peel e raridades. “Molly’s Lips” e “Son Of A Gun” são regravações de músicas da banda escocesa The Vaselines, uma das favoritas de Kurt Cobain.

A fúria sonora da banda teve continuidade em ‘In Utero‘, álbum de estúdio de 1993. Mas, os problemas de Kurt Cobain com as drogas colocaram um fim na carreira da banda. No dia 8 de abril de 94, o vocalista foi encontrado morto em sua casa, com um tiro, vítima de suicídio. Era o fim do rapaz simples, que se transformou em um ídolo, e não soube conviver com isso. E, também, o fim da banda que trouxe um novo ânimo para rock.

Na discografia do Nirvana ainda fazem parte os álbuns ‘Unplugged In New York‘ de 1994 e ‘From The Muddy Banks Of The Wishkah‘, lançado em 1996, com faixas ao vivo.

Após o fim do Nirvana, Dave Grohl formou o Foo Fighters.